twitter
    Find out what I'm doing, Follow Me :)

Facebook é processado por demorar a deletar página contra judeus



Facebook
De acordo com o site português Tek Sapo, Mark Zuckerberg e o próprio Facebook podem ser obrigados a pagar 706 milhões de Euros de indenização caso o tribunal norte-americano atenda ao pedido do advogado Larry Klayman, que abriu um processo contra a rede social e seu fundador por demorarem muito tempo para remover uma página que incentivava a intifada (revolução) palestina contra a população judaica de Israel.

Larry é um conhecido ativista, advogado e ex-procurador do Departamento de Justiça norte-americano, descendente de judeu, e deu a entrada do pedido de indenização no tribunal de Washington nesta quinta-feira (31/3). Klayman alega que o Facebook manteve a página online com o propósito de obter proveitos econômicos.

A página foi removida no dia 29 de março porque, segundo o Facebook, incentivava a violência e isso feria a política de utilização do serviço. As mensagens da página sugeriam que os palestinos iniciassem a revolução no dia 15 de maio. O movimento online reuniu cerca de 340 milhões de fãs.Fonte: olhardigital

0 comentários:

Postar um comentário