twitter
    Find out what I'm doing, Follow Me :)

Os erros mais comuns das mulheres em um relacionamento.



As mulheres reclamam que homem é tudo igual, só muda de endereço. Em defesa do “Clube do Bolinha”, listamos aqui quais são os maiores erros delas em um relacionamento. Afinal, a culpa não é necessariamente masculina para o naufrágio de um namoro.

Mulheres "bitoladas"

Thiago Hermenegildo, de 25 anos, afirma que o namoro não vai para frente quando cai na rotina. “Quando ela quer fazer tudo sempre igual, os mesmos programas, os mesmos amigos, os mesmos restaurantes, eu não aguento”, diz o personal trainer.

“Não é porque você namora que precisa levar uma vida de casalsinho da novela das seis. Tem que ter balada, viagem, novidade!”. E individualidade é primordial. “Acho que temos que ter cada um a sua vida, além de uma vida a dois. Um não pode anular o outro. Todo mundo precisa ter um tempo para fazer os programas que fazia antes do relacionamento. Não dá para ficar só grudado”.

Mulheres ciumentas

Tomás de Freitas Quaresma, 20 anos, garante que não dá motivos para despertar ciúmes. E não gosta de crises. “Não gosto de menina que fica brigando por besteira, com ciúme de tudo”, conta. Para ele, namorada tem que ser amiga. “Costumo dizer que minhas namoradas são minhas melhores amigas. Pessoas com quem gosto de conversar, por isso, é preciso confiar um no outro”, explica.

Mulheres carentes

Tomás também não gosta de menina que mal o conhece e já vai se declarando. “Mulher que nem me conhece direito e já fica falando que está apaixonada me faz sair correndo. Mal conhece meu jeito, meu caráter, meus princípios... como pode gostar tanto em tão pouco tempo?”, duvida. Robson Santos compartilha da mesma idéia. “Para mim, soa falso. Elas exigem que a gente diga que ama, porque elas falam que amam mesmo sem ser verdade”, diz o psicólogo de 30 anos.

Mulheres dominadoras

“O que mais me incomoda são aquelas mulheres que acham que dominam a relação”, reclama José Carlos de Almeida, de de 24 anos, que terminou um namoro de dois anos por causa desse comportamento.
“Ela não me deixava fazer escolhas. Era sempre ela quem escolhia os nossos programas. Se fóssemos ao cinema, tinha que ser o filme que ela gostava. E eu acabava saindo só como companhia, sabe?”, reclama. “Ela fazia questão até de escolher a cueca que eu ia usar! Nem meu trabalho ela aceitava. Queria que eu mudasse”.

Mulheres puritanas

Tem mulher que tem nojo de tudo. Não faz isso, não deixa pôr a mão ali. E isso cansa... “Quando você tem intimidade com uma mulher, tudo é válido”, diz Leonardo*. “Minha ex-namorada não gostava de sexo oral, nem fazer, nem receber”, reclama o assessor de comunicação de 29 anos. “Fantasias? Sexo anal? Locais inusitados? Nem penar! Ela achava que era coisa de vagabunda”, diz, revoltado. Resultado: o namoro foi pelo ralo.

Mulheres interesseiras

O advogado Cezar*, de 35 anos, já teve uma experiência péssima com esse tipo e, hoje em dia, fica com o pé atrás. “Minha ex-namorada só estava atrás de grana. E ela nem era pobre. Mesmo assim, queria um cara rico. Nossas brigas eram sempre pelo mesmo motivo: dinheiro”, revela.

“Ela sempre fazia comentários desagradáveis, insinuando que, para ficar com ela, eu tinha que manter meu padrão de vida. Que ela estava acostumada a ter tudo”, lembra Cezar, sem saudades. “Qualquer problema que eu tinha no trabalho, ela não perguntava como eu estava ou me consolava. O que preocupava ela era se eu corria o risco de perder clientes. Ou seja: de ficar sem dinheiro”.

Mulheres pegajosas

Para Flávio Guerreiro, 36 anos, mulher pegajosa é imperdoável. “Já dispensei várias mulheres logo no começo porque elas pegavam demais no meu pé”, conta ele. “Dá para saber como vai ser o namoro de cara: mulher releva logo quando é pegajosa, pois fica ligando toda hora, perguntando onde está e com quem está”, diz o técnico de segurança do trabalho.

Mulheres escandalosas

Hamilton Eduardo Aragão, de 56 anos, detesta mulher que dá vexame. “As que bebem demais e dão show em lugares públicos eu não suporto. Ou então as que se vestem com saias supercurtas, blusas aparecendo a barriga e decotes imensos”. Mulher que começa a brigar na frente dos outros ou "boca suja" o discreto professor de inglês também não perdoa. “Tem mulher que fala um palavrão em todas as frases. Não tem coisa mais brega”.

Mulheres que reclamam demais

Jonas Soares, estudante de 24 anos, não suporta mulher amarga. “Tem mulher que reclama de tudo. Vive mal-humorada. Não gosta dos seus amigos, das suas roupas, do seu cabelo, da barba mal feita”, conta. “Cada um é de um jeito. Se ela quer um homem do jeitinho dela, procure outro. Eu não mudo por causa de ninguém”. Is: ig
AondeNamoro.com!

2 comentários:

Stanislaw disse...

Mulher que não faz uma gulosa??? tÔ TOTALMENTE fora.

Anônimo disse...

ah, tá! Procure um gajo então... Porque ou é uma coisa ou é outra!!!

Postar um comentário