twitter
    Find out what I'm doing, Follow Me :)

Álibis para infiéis


O site francês Alibila fornece álibis para todos aqueles que desejarem dar ’uma pulada de cerca no casamento sem levantar suspeitas.

O serviço Pequenas Mentiras Pagas do site inclui telefonemas convocatório de reuniões de última hora, convites para eventos inexistentes e até falsas festas de restaurantes para comprovar jantares de negócios.

Se está sufocado no contexto familiar e precisar de ar fresco sem levantar ondas, se tem uma aventura passageira e não quer pôr em perigo o seu casamento nem a família, nós temos uma gama completa de serviços destinados a proteger as suas actividades privadas, lê-se na abertura do site.

O cliente dá as informações necessárias - o momento em que precisa de justificar a ausência -e a empresa trata do álibi personalizado. Cada serviço custa cerca de 19 euros.

Álibi Continuado

A Alibila fornece ainda uma gama de álibis continuados, para amantes mais temerários que desejem viajar com o/a aventura extraconjugal.

Os ’esquemas’ para encobrir ausências mais longas não saem abaixo de 50 euros, mas podem contar com a criação de argumentos para garantir qualquer percalço, como um atraso ou a impossibilidade de entrar em contacto com o cônjuge.

Mentirinhas’ Pagas

O site providencia também desculpas para pessoas que não queiram comparecer a reuniões familiares ou de amigos, enviando postais reais comprovando a presença do faltoso em algum lugar da Terra.

Para os ’baldas’ esporádicos, o envio dos cartões custam à roda de 15 euros.

Projecto Arrojado

O Alibia foi criado pela ex-detective privada Regina Mourizard, que cria os falsos convites numa gráfica profissional para que não haja margem de dúvida e garante que não falsifica documentos.

De acordo com o Spiegel Online, a companhia requer uma assinatura dos clientes para garantir que não tentam ludibriar empregados ou o Governo.

A BBC indica que, desde que foi lançado, o Alibila já ajudou mais de 50 homens casados a satisfazer as suas fantasias infiéis com mentiras bem estruturadas. Se pensarmos bem, não é nada de novo, a se tivesse uma empresa dessa aqui no Brasil ...

Fonte: Sol


0 comentários:

Postar um comentário